07/2022

Caio Souza e Arthur Nory brilham no Pan-Americano de ginástica artística e asseguram vaga no Mundial de Liverpool

Competição foi realizada no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, onde Caio, integrante do Time Ajinomoto, foi um dos destaques, com cinco medalhas individuais

Foi com o sentimento de objetivo cumprido que os ginastas Arthur Nory e Caio Souza encerraram sua participação no Campeonato Pan-Americano de ginastica artística, que terminou neste domingo (17) na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro. Os dois integrantes do Time Ajinomoto tinham como principal meta ajudar o Brasil a conquistar uma das quatro vagas por equipe para o Mundial de Liverpool (ING), marcado para o final de outubro, e tiveram êxito.

Com o segundo lugar da classificação por equipes, com 244,201 pontos, a seleção brasileira assegurou uma das quatro vagas, ao lado dos Estados Unidos (que ficou em 1º, com 250, 035), Canadá e Colômbia. Mas foram nas provas individuais que os ginastas do Time Ajinomoto conseguiram se destacar, em especial Caio Souza.

O atleta de Volta Redonda mostrou mais uma vez que é o principal generalista (ginasta que consegue ter uma boa performance em todos os aparelhos) do Brasil, ao sair do Pan-Americano com cinco medalhas individuais. Venceu o individual geral (com 83,033 pontos, assegurando seu bicampeonato pan-americano nesta prova. Ele também foi ouro no salto (14,833), levou a medalha de prata nas argolas (14,267) e barra fixa (13,967) e ficou com o bronze nas paralelas (14,233).

“É muito gratificante ver que o trabalho feito está dando resultado. Ainda faltam alguns detalhes para ser lapidados, mas temos tempo até o Campeonato Mundial", afirmou Caio Souza. 

Campeão mundial da barra fixa em 2019, Arthur Nory  levou a medalha de bronze neste aparelho no Pan do Rio de Janeiro, com a nota 13,800.

Contato via WhatsApp

você está sendo
Redirecionado
Para um link fora de
ajinomoto.com.br

X